Viver o presente sem planos? Livro fala de relação entre executivo e garota de programa

Será que as relações estão mais fragmentadas e efêmeras em tempos de imediatismo, redes sociais e novas tecnologias? Quais seriam, então, as prioridades hoje– em termos de manter um relacionamento amoroso?  O amor romântico ainda está em voga ou existem outros padrões de relações?

Bom, são questões com possibilidades de respostas, inclusive, parte desses temas foram inspiração para a obra “Amor de Puta”, de Ricardo Daumas. Nós conversamos com escritor, que contou um pouco sobre a história e inspirações para a concepção da obra.  O livro conta a história de João, um executivo recém-chegado à capital paulista e que se envolve com a garota de programa Celeste, sua atraente vizinha.

Confira abaixo a entrevista exclusiva.

LEAD – O livro fala de relações, de forma geral, você acredita que as pessoas hoje se relacionam de maneira fragmentada?

Daumas  – Boa pergunta. Acho que vivemos um momento onde os padrões não estão mais tão claros, e onde é possível se relacionar de muitas maneiras diferentes e todas serem perfeitamente aceitáveis. Essa na verdade é uma das inspirações do livro. Algumas pessoas ainda querem casar de véu e grinalda, achando que é pra sempre, e outras colecionam pares, sem medo de que se esbarrem na portaria do prédio, aparentemente tudo é possível. O problema é quando você submete a alguma coisa achando que aquilo é moderno ou conveniente, mas não está preparado para lidar com a situação. Aí os problemas vêm à galope.

O grande drama é reconhecer sinceridade, verdade naquilo que se dá e se recebe, e até mesmo um passo antes, ter certeza daquilo que se deseja. Como os valores estão em transformação, algumas pessoas pensam que eles não existem mais, e por isso não se apegam a eles e, consequentemente, não se apegam uns aos outros também, mas isso me parece mais uma fuga. É como morar num barco. Você gosta de muitos lugares, mas parece ter medo de criar raízes e perder alguma coisa em algum outro, então, prefere ficar navegando, mesmo que isso signifique conviver vez por outra com o mar revolto.

LEAD As relações seriam mais passageiras ou superficiais em alguns aspectos?

Daumas  – Eu acho que sim, e acho que em algum momento é até saudável que sejam. É importante que as pessoas tenham espaço para se conhecer (a si próprios e ao outro…) antes de estabelecer compromissos mais duradouros, não vejo problema nisso, desde que se saiba o que se está fazendo e seja senhor de si.

LEAD – Pelo fato dos personagens manterem uma relação que vive o presente, sem que haja planos, é possível que em algum momento almejem um futuro juntos? Comente sobre esses cenários.

Daumas  – Gosto da sua leitura de que eles vivem um presente sem planos, mas essa é apenas a sua leitura. Escrever e publicar o livro me proporcionou coisas espetaculares, e uma delas foi o fato de que ele não me pertence mais– a partir do momento que eu o publiquei—então, eu não tenho mais domínio algum sobre o destino, nem os sentimentos dos personagens. Isso, te garanto, é libertador. Cada um conclui o que quer, e a cada dia que passa as leituras que me chegam me surpreendem mais e mais, e me dá a sensação de que eu contei uma história, mas não impus nada a ninguém, e isso gerou muitas novas histórias. É muito legal….

Pode ser que eles estivessem vivendo livremente o momento, mas pode ser que eles estivessem só fazendo o que lhes fosse possível fazer, sobrevivendo, guardando energia, sei lá. Uma amiga esses dias me escreveu inconformada, não vou dizer o que ela queria, pois não vou fazer spoiler do meu próprio livro, mas ela queria uma atitude especifica para o João, e não se conformava com o que aconteceu, queria um outro destino para os dois e queria saber o que iria acontecer, como você. Isso me enche de orgulho, pois o que eu mais desejo é que as pessoas se envolvam com a história e fiquem imaginando uma continuidade para ela, acho que é o sonho de todo autor. Ao final, eu ri muito e propus: “quem sabe, escreva o seu próprio final…”

Mais informações:

imagem_release_853269-1

Amor de Puta – Ricardo Daumas

Preço: R$ 34,90

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s